Qual o preço do certificado digital? Confira aqui

Compartilhe

De modo geral, o avanço tecnológico tem sido acompanhado de inúmeras tentativas de interceptação e furto de dados. Felizmente, as soluções desenvolvidas com o intuito de proporcionar máxima segurança às ações efetuadas pela internet, demonstram alta eficácia.

Para que sua empresa consiga autenticar a identidade das partes envolvidas em uma transação via web, por exemplo, basta que ela recorra à certificação digital. Mas qual seria o preço do certificado digital?

Sem sombra de dúvida, o valor a ser pago pelo produto está longe de ser o único fator a ser levado em conta no ato da aquisição. Existem outros aspectos determinantes para encontrar a melhor relação custo-benefício.

Veja, a seguir, quais são as vantagens de um certificado digital, quem está autorizado a emiti-lo e como selecioná-lo da maneira adequada!

Quais são as vantagens dos certificados digitais?

Antes de pensar no preço e nos demais fatores que influenciam a escolha do seu certificado digital, é necessário entender por que sua organização precisa de um. Tanto o modelo A1 quanto o A3 (os mais comuns), propiciam os ganhos mencionados a seguir. Confira!

Redução de custos

Esqueça todos os gastos atrelados à compra e manutenção de impressoras, reposição constante de papel de impressão e o reconhecimento de firmas em cartório. Você também economiza com eventuais serviços de logística, já que o envio e recebimento de documentos (como contratos) passa a ser efetuado virtualmente.

Proteção contra fraudes

Uma vez que esses certificados conferem autenticidade às assinaturas, você fica protegido de eventuais comportamentos fraudulentos. Parte da segurança é resultado do uso de criptografia, embasada em tecnologia de ponta.

Soma-se isso ao fato de que a certificação gerada é impessoal e jamais poderá ser atribuída a terceiros. Por fim, os documentos permanecem bloqueados para qualquer tipo de modificação.

Legitimidade jurídica

Certificada digitalmente, toda assinatura adquire a mesma validade jurídica da assinatura convencional, feita de próprio punho e autenticada em cartório.

Quem pode emitir um certificado digital?

Você também deve se atentar às organizações que estão facultadas a expedir tais certificados. O procedimento compete às denominadas Autoridades Certificadoras (AC), empresas habilitadas para tal função após aprovação da ICP (Infraestrutura de Chaves Públicas) do Brasil.

Às Autoridades de Registro (AR) cabe o processo de validação presencial, pré-requisito da emissão do certificado. Uma vez que todo o trâmite seja concluído com sucesso, a AR entrega o certificado ao cliente.

Qual fatores interferem no preço de um certificado digital?

O preço médio depende de alguns pontos. O primeiro deles se refere ao tipo de pessoa (PF e PJ). O segundo diz respeito ao formato do certificado, configurado nos padrões A1 ou A3 — no caso do último, há, ainda, a possibilidade de optar pelas versões com token ou cartão. O terceiro está ligado ao tempo de validade do serviço, o qual varia de 1 a 3 anos.

Vale lembrar que, seja para pessoa física, seja para pessoa jurídica, ambos os padrões de certificados comportam características distintas. Estar ciente quanto a elas é decisivo para que você tenha à disposição um item que atenda às suas expectativas.

O modelo A1, por exemplo, possibilita a instalação em mais de um computador. Isso porque ele independe de qualquer dispositivo extra. No caso do A3, o grande diferencial reside na presença de um drive, que é conectado a uma máquina por vez. Então, se o A1 entrega uma dose maior de flexibilidade, o A3 é estruturado em um protocolo de segurança mais robusto.

Também é importante prestar atenção às particularidades de instalação de cada tipo, pois elas resguardam certas diferenças. Não se trata de algo extremamente complicado. Na verdade, você só precisa ter um bom passo a passo em mãos, a fim de concluir todos os procedimentos necessários rapidamente e de maneira apropriada.

Assim, você estará pronto para utilizar seu certificado com toda a tranquilidade e segurança esperadas.

O que mais levar em consideração na escolha de um certificado digital?

Anteriormente, nós falamos um pouco sobre os detalhes que impactam os preços dos certificados digitais A1 e A3. Mas como encontrar a melhor relação custo-benefício, como informamos lá no início deste post? É o que responderemos a partir de agora.

Consulte a experiência de mercado da Autoridade de Registro

Para realizar a melhor escolha, basta verificar a reputação da Autoridade de Registro no mercado e o que ela oferece junto ao produto.

Ao somar todos os pontos, fica fácil verificar qual é o valor — conceito que difere de preço — daquele certificado. Todo contador deve saber exatamente o que, de fato, agrega valor aos serviços prestados aos seus clientes.

Com esse objetivo em vista, é fundamental ficar atento à credibilidade da empresa contratada para fornecer o certificado digital. O cuidado se aplica a todos os profissionais que necessitem do recurso, incluindo aqueles que atuam como MEI.

Verifique a infraestrutura e a qualidade do suporte

No mesmo sentido, é imprescindível observar, desde o início, quais são os canais de contato disponibilizados pela empresa. Soma-se isso a importância de confirmar a velocidade de atendimento do suporte.

Independentemente da origem da dificuldade (pode ser técnica, por exemplo), a organização responsável pelo certificado deve servir de amparo aos clientes. A conduta vale tanto para tranquilizá-los como para, evidentemente, solucionar o problema em questão.

Por sinal, a infraestrutura de comunicação da empresa deve estar alinhada à qualidade do atendimento prestado pelo suporte. De nada adianta ser atendido rapidamente, se a solução apresentada for insuficiente.

Ninguém compra um produto ou paga um serviço com a intenção de ter de acionar o suporte. No entanto, eventuais empecilhos ou dúvidas podem surgir. Sempre que necessitar, você precisa encontrar uma equipe qualificada do outro lado — por e-mail, WhatsApp ou via ligação telefônica.

Confirme a vigência da garantia

Finalmente, observe se o período de vigência da garantia oferecida abrange o tempo de validação do certificado. O ideal é que a cobertura seja gratuita para todo o período — tanto para os certificados A1 (validade de 1 ano) quanto para os A3 (validade de 1 a 3 anos).

Entre outras coisas, a exclusão de cobrança extra revela a confiança e o compromisso da certificadora com relação à qualidade do seu produto.

Além da funcionalidade e segurança, o melhor certificado para sua empresa será aquele que proporcione a melhor relação custo-benefício do mercado. Ao encontrar todas essas características, você terá em mãos um certificado digital pronto para atender as necessidades do seu negócio e de seus clientes.

Quer mais uma dica para facilitar o sucesso do seu negócio? Confira os benefícios exclusivos do certificado Qualitycert!

Compartilhe

Preencha o formulário e saiba como ser um revendedor Qualitycert

Solicite seu Certificado Digital através dos telefones
(31) 3721-1860 ou WhatsApp (31) 3166-5960

1- Certificado

2- Dispositivo

3- Período

4- Atendimento

5- Seu Certificado

*Para atendimento por videoconferência é necessário a validação biométrica por CNH ou ter registro biométrico cadastrado no PSBIO

Solicite seu Certificado Digital através dos telefones
(31) 3721-1860 ou WhatsApp (31) 3166-5960

1- Certificado

2- Dispositivo

3- Período

4- Atendimento

5- Seu Certificado

*Para atendimento por videoconferência é necessário a validação biométrica por CNH ou ter registro biométrico cadastrado no PSBIO

Solicite seu Certificado Digital através dos telefones
(31) 3317-7995 ou WhatsApp (31) 3166-5960

1- Certificado

2- Dispositivo

3- Período

4- Atendimento

5- Seu Certificado

*Para atendimento por videoconferência é necessário a validação biométrica por CNH ou ter registro biométrico cadastrado no PSBIO